Ligue agora: (11) 11 5532 0608 | 5561-1572 | 5542 8449 | E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Dono de carro inundado pode pedir indenização

Avalie este item
(0 votos)

Na última terça-feira, a chuva voltou a causar estragos em São Paulo. Sem um registro de quantos veículos foram danificados pelas enchentes, o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) diz que a capital paulista, nos últimos 66 anos, não passou por tantas inundações.

Vítima de uma delas, o gerente Fernando Bedani, 30, encontrou seu Honda Civic ano 2008, estacionado na rua, com água até o nível do teto. "Para piorar, o automóvel não tinha seguro." Qualquer pessoa que teve o veículo danificado por enchente pode pedir indenização do administrador da via, explica o advogado Marcos Arantes Pantaleão, da comissão sobre direito de trânsito da OAB-SP (Ordem dos Advogados do Brasil). "Um dos passos é provar que a inundação foi provocada por omissão do responsável pela via" (leia no quadro ao lado). Desde 2004, planos de seguro contra colisão, incêndio e roubo do veículo também devem cobrir danos por submersão, inclusive os ocorridos em garagem subterrânea.

Com mais de cem pontos de alagamento registrados na semana passada, as oficinas especializadas em higienização veicular registraram aumento de 30% no movimento.

Conserto

A limpeza completa, incluindo a de estofados, sai por cerca de R$ 300. Mas se for preciso trocar a espuma dos bancos, além de revestimentos internos e peças mecânicas, o custo pode ultrapassar R$ 10 mil. "Quanto mais alto atinge o nível da água, maior é o estrago", calcula Roberto Gozzo, dono de uma oficina de recuperação de carros alagados. De acordo com o mecânico Vinícius Losacco, mesmo que o carro inundado não apresente defeito aparente, é preciso submetê-lo a uma revisão. "Após contato com a água, a fiação pode oxidar e o óleo do motor pode ter sido contaminado", exemplifica.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/veiculos/cv1001201008.htm

Lido 108251 vezes

TELS. 11 5532 0608 | 5561-1572 | 5542 8449

Compartilhe:

facebookyoutube