Ligue agora: (11) 11 5532 0608 | 5561-1572 | 5542 8449 | E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Evite o mau cheiro dentro do carro

Avalie este item
(1 Voto)

Imagine a cena: sol a pino, estrada lotada e um gambá dentro do seu automóvel. Você não merece. Como o calor e o congestionamento são praticamente inevitáveis no verão, pelo menos chute o futum para longe, dando a devida atenção a estes detalhes…

Seu rango, sua marmita

Seu bólido não é geladeira. “Alimentos proteicos (carne, frango…) estragados resultam num dos piores cheiros”, diz Sônia Corazza, autora de Aromacologia: uma Ciência de Muitos Cheiros (Ed. Senac, 412 págs). “Proteínas contêm aminoácidos como a cisteína, que, degradados, geram compostos sulfurados, de forte mau cheiro.” O fedor de leite, feijão, café também é dos mais sinistros.

A fumaça do cigarro

O cheiro impregna em plásticos e borrachas. “Minimize o odor lavando partes como console, painel e volante com detergente neutro”, afirma Gozzo. “Aspire o carro e dirija com vidros abertos e ventilador ligado para que o ar circule”, completa.

Se derrubar algo…

Tenha no porta-luvas um pano (para sólidos) e uma flanela de microfibra (para líquidos). “Limpe a sujeira e, em seguida, pressione o pano sobre a área, para absorver excessos”, orienta Guilherme Gmeiner, diretor da rede de limpeza Dry UP. Aja rápido – se, por exemplo, a bebida invade o carpete e chega ao forro, é batata a inhaca impregnar. Caso a meleca seja grande, esfregue levemente uma bucha com detergente neutro, e termine passando um pano com álcool. Se o estrago for colossal, leve o carro a uma empresa especializada em higienização automotiva.

O ar-condicionado

Sim, ele pode causar mau cheiro, quando sabotada a manutenção. “Troque o filtro a cada seis meses e requisite a limpeza da tubulação”, recomenda Roberto Gozzo, técnico em conservação de automóveis e proprietário da oficina Polimentos Roberto, em São Paulo.

TCHAU, AREIA!

4 dicas AntiEstrago

Encere a lataria

Com a camada extra, você protege a pintura de riscos, facilitados pela presença de areia. “Ceras caseiras protegem por cerca de uma semana, e as profissionais à base de carnaúba, por uns dois meses”, diz José Siqueira, instrutor de pintura do SENAI-SP (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

Retire a areia

Outra prevenção contra riscos: na lavagem, antes do sabão e pano, passe um jato d’água. Não deixe molhar “A aspiração é dificultada se os grãos estiverem úmidos”, diz Marcos Bronsert, da franquia de limpeza Best Dry.

Desatole

Ponha pedras, folhas, galhos sob os pneus e saia em primeira marcha. Os tapetes também podem servir de calço. Outra opção é esvaziar um pouco os pneus. Por fim, molhar a areia sempre ajuda.

 

Fonte: http://clubalfa.abril.com.br/carros/bem-estar/desvie-da-catinga/

Lido 144466 vezes

TELS. 11 5532 0608 | 5561-1572 | 5542 8449

Compartilhe:

facebookyoutube